Agenda Municipal / Conferências Tertúlia Celebrar a herança alimentar

Sáb 29 Jun
Casa Museu Soledade Malvar – 15h00


Entrada gratuita | Com Álvaro Dinis Mendes

O projeto "Cor de Tangerina" nasce de um ato de profundo de respeito à natureza e às pessoas que, desde 2006, cultiva a alimentação natural e integral e as relações de proximidade.
Procuram, em cada momento gastronómico, levar o melhor que a natureza tem para nutrir o corpo, a mente e o espírito.
Compreendem a alimentação como um processo de investigação, criação e revolução que visa romper com a aceleração alienante dos modos de vida contemporâneos e imprimir, a cada oportunidade, uma perspetiva revolucionária e harmoniosa sobre o ser e o estar.
Trabalham com produtores locais, comércio justo e agricultura biológica de forma a possibilitar momentos na mesa de maior conhecimento e crescimento; corporizam na cozinha um espaço de alquimia onde o alimento se transforma de forma cuidada para potenciar todos os sentidos; 
Por fim, e porque os elementos naturais preenchem de significado a vida, seja como a água e flua. Inspire e expire profundamente a vida e permita-se nutrir com a nossa filosofia alimentar. 

Álvaro Dinis Mendes 
Natural de Guimarães, decidido a devorar o mundo à mordida. Embaixador da comida vegetariana, trabalha criativamente os produtos biológicos e locais, de forma a potenciar a naturalidade e expressão de cada alimento. Desde jovem que trabalha na pastelaria/padaria, sendo estes pilares de aprendizagem importantes até hoje. Há uma década que integra o restaurante Cor de Tangerina (Guimarães) do qual foi um dos fundadores, é o diretor atual e chef de cozinha.
Chef e membro fundador do SlowFood Porto, pretende seduzir pela comida as bocas mais exigentes e céticas e lançar-se na curva vertiginosa da experimentação gastronómica constante.
Comer é para ele um ato de amor e partilha, através do qual procura o equilíbrio dentro do ruído dos tempos modernos. É formador há mais de 10 anos na área da gastronomia e tem participado em inúmeros eventos como “Minho Gastronómico”, MYCCA (Young chef award) como júri, e juntamente com a chef Liliana Duarte, lidera o projeto Cor de Tangerina, vencedor do prémio nacional “7 maravilhas da nova gastronomia”, em Portugal, na secção vegana.
Iniciaram, em 2022, o conceito de Residências Gastronómicas – alocados ao mote Amar o Minho, de forma a integrarem jovens em percursos de descoberta e pedagogia da Gastronomia. Participou, juntamente com a empresa Onda Amarela no projeto Aldear, numa lógica de envolvimento comunitário em torno de algumas aldeias isoladas de Portugal.


766 leituras