Juventude Festival de Cinema Jovem de Famalicão com inscrições abertas até 7 de outubroAtualidade Mercado Artesanal - Anima-te 2021Economia Aposta de crescimento da Pafil faz-se em FamalicãoEducação Biblioteca Municipal e Associação EDUPA criam parceriaEducação Secretário de Estado da Educação no Ciclo de Conferências de FamalicãoDesporto Piscinas Municipais retomam horários dos serviços de regime livre e escolas de nataçãoAmbiente Cortes no abastecimento de águaCultura e Turismo Famalicenses assistiram a mais de 50 horas de programação cultural online Economia Serviço de entrega de refeições representou volume de negócios de um milhão de eurosFreguesias União das freguesias de Seide em ritmo de obrasCultura e Turismo Famalicão dá pontapé de saída para a 7.ª edição do YmotionAmbiente Pateiras de Fradelos não avançam para Paisagem ProtegidaAtualidade Loja do Cidadão de Famalicão vai ser uma realidade Freguesias Zona central de Gavião ganha nova imagem com requalificação do adro da IgrejaEducação Universidade do Minho consolida-se em FamalicãoCultura e Turismo Miguel Araújo e Zé Amaro nas Antoninas possíveisEducação Conferência "Ensino Profissional: Uma Opção de Futuro"Cultura e Turismo Rojões são a iguaria eleita para os próximos Dias à MesaAtualidade Câmara de Famalicão abre candidaturas aos Selos Visão’25Cultura e Turismo O “Discurso Silencioso” de Jorge Pinheiro na Ala da FrenteCultura e Turismo Candidaturas ao Prémio de História Alberto Sampaio decorrem até 31 de maio
O SEU LUGAR

Residentes / Cultura
Rede de Museus

Museu da Guerra Colonial

Lago Discount, Lote 35 A
4760-727 Ribeirão

T: 252 322 848 | 252 376 323
E: museuguerracolonial@adfa.org.pt


Horário:
Terças, quintas e sábados:
14h30 - 18h00

Grupos e Escolas: com marcação prévia

Entrada Livre
O Museu da Guerra Colonial nasceu no ano de 1999, através de uma parceria entre o Município de Vila Nova de Famalicão, a ADFA (Associação dos Deficientes das Forças Armadas) e ALFACOOP (Externato Infante D. Henrique de Ruilhe), tendo por base um projeto pedagógico intitulado “Guerra Colonial, uma história por contar”.
Mais do que um espaço museológico, é um local que pretende transmitir ao visitante um real conhecimento sobre este período da História de Portugal, contado por quem a viveu e sentiu na primeira pessoa. A exposição permanente retrata o itinerário do combatente português na Guerra Colonial (1961-1974), abordando as temáticas d’O Embarque; O Dia-a-Dia; As Operações Militares; Os Nativos; A Ação Social e Psicológica; A Religiosidade; Os Horrores da Guerra; A Morte; A Correspondência e as Madrinhas de Guerra.
Todo o acervo museológico foi cedido ou doado por antigos combatentes ou seus familiares, Delegações da Associação dos Deficientes das Forças Armadas e pelos vários ramos das Forças Armadas Portuguesas.
O visitante poderá ainda ver os objetos usados pelos nossos Militares, como Baús da Guerra (objetos pessoais, alimentação, vestuário), Fardamentos e Equipamento Militar (torres de transmissões, paraquedas, capacetes, armas), e Veículos de Guerra.

Missão
Promover a compreensão da história e do impacto da guerra colonial nas suas dimensões pessoal, nacional e internacional, com ênfase na experiência humana.

Objetivos
1. Promover a consciência para os valores da paz e da não violência;
2. Valorizar a memória da guerra colonial no contexto individual e coletivo;
3. Incrementar, de forma coerente, a coleção do museu;
4. Difundir o conhecimento sobre a coleção;
5. Promover o museu como uma instituição eficaz, responsável e transparente na transmissão da temática “guerra colonial”.

Palavras inspiradoras
Memória – História – Justiça – Encontro – Paz

Saiba mais sobre o Museu da Guerra Colonial