Economia A Praça já abriu na InternetAtualidade Famalicão celebra 25 de Abril com sessão solene onlineEconomia Famalicão lidera investimento industrial na regiãoSaúde Paulo Cunha em ciclo de conferências da CESPUAtualidade Comércio da Vila é o novo “centro comercial” de FamalicãoDesporto Famalicão sensibiliza para a ética no desportoEducação Câmara avança com obras de remodelação e ampliação na pré-primária de BairroEconomia Temos Praça!Câmara Reunião Municipal de 04/03 com transmissão em diretoMobilidade Está aberta ao público a Via Ciclo Pedonal entre Famalicão e GondifelosFreguesias Ampliação e modernização do cemitério de Gondifelos honra a memória de quem parteCâmara Município promove webinnar sobre utilização do novo balcão de atendimento digitalMobilidade Reativada a utilização do Passe Sénior FelizCultura e Turismo Famalicão chama jovens músicos para estágio em orquestraMobilidade Câmara e ACP promovem ciclo de formação sobre educação e segurança rodoviáriaCâmara Apoios para fixar jovens e premiar bombeiros voluntários Atualidade Câmara de Famalicão abre candidaturas aos Selos Visão’25Cultura e Turismo O “Discurso Silencioso” de Jorge Pinheiro na Ala da FrenteDesporto Famalicão lança plano para a retoma da atividade físicaCOVID-19 Centro de Vacinação Covid 19 de Famalicão já vacinou mais de 14 mil pessoasEducação Famalicão conclui processo de remoção de fibrocimento nas escolas do concelhoCâmara Famalicão prevê conclusão do PDM em 2022Cultura e Turismo Candidaturas ao Prémio de História Alberto Sampaio decorrem até 31 de maio
O SEU LUGAR

Museu Ferroviário

T: 252 153 646
E: museuferroviario@famalicao.pt

O Núcleo de Lousado é um dos polos que o Museu Nacional Ferroviário possui distribuídos pelo país, dedicados à divulgação e preservação da história ferroviária Portuguesa. Localizado nas imediações da estação ferroviária de Lousado (Vila Nova de Famalicão), no entroncamento da Linha do Minho com a Linha de Guimarães, as suas instalações ocupam a totalidade do antigo complexo oficinal da Companhia Portuguesa de Caminhos de Ferro de Guimarães. A sua criação é o resultado da adaptação de um projeto alternativo à antiga Secção Museológica, aberta ao público em 1979, por iniciativa de um dos principais divulgadores e defensores do património ferroviário nacional, Armando Ginestal Machado. Considerado um dos polos de maior relevância no contexto ferroviário português, a sua coleção é constituída por material circulante na sua grande maioria de via estreita, bem como acervo ferroviário de variadas tipologias: equipamentos de via e obra, bilhética, oficina, entre outros. Merece destaque a mais antiga locomotiva a vapor de via estreita existente em Portugal.
Saiba mais sobre o Museu Ferroviário