Agenda Municipal / Teatro Eu sou Lorca (estreia)

Qua 27 Mar
Programa Teatro Narciso Ferreira (Poética da Palavra) - Dia Mundial do Teatro


Riba de Ave | Teatro Narciso Ferreira - 21h30

Entrada: 4 euros. Estudantes, Cartão Quadrilátero Cultural e Seniores (a partir de 65 anos): 2 euros | Classificação: M/14 | Duração: 75 min

A partir do texto “Assim que Passarem Cinco Anos” do poeta e dramaturgo espanhol Federico García Lorca, “Eu sou Lorca” é um espetáculo que fala sobre ser artista durante um regime ditatorial e sobre a liberdade nas artes contemporâneas. 

Uma viagem do SURREALISMO ao REALISMO, do TEATRO ao METATEATRO. Uma peça sobre o tempo – PASSADO/PRESENTE/FUTURO. Esta obra do autor integra a TRILOGIA DO TEATRO IMPOSSÍVEL ao lado das peças “O Público” e da peça inacabada “A Comédia Sem Título”.  Uma peça cujo tempo se passa na suspensão do tempo cronológico – KAIROS – que consiste num tempo em que não se chega a fazer presente. Ao contrário do proposto na versão do autor - propomos uma estrutura dramatúrgica do surrealismo ao realismo, do passado ao futuro, do teatro ao metateatro. Uma obra tragicómica que pretende não só contestar a autonomia do eu frente ao inexorável que o oprime, num jogo de espelhos entre personagens.

Nota: No mesmo dia, irá decorrer uma mesa-redonda com o tema "Liberdade e Criação Artística" com Diogo Freitas e Plataforma Artes Performativas Sobre o Palco, às 18h00, no café-concerto.

Ficha técnica
Tradução: Cláudio Castro Filho 
Criação e Encenação: Diogo Freitas 
Dramaturgia e Assistência à Encenação: Filipe Gouveia 
Interpretação: David David, Filipe Moreira, Luísa Alves
Cenografia: Rita Cruz 
Desenho e Operação de Luz: Pedro Abreu 
Desenho e Composição Sonora: Cláudio Tavares 
Assessoria de Imprensa: Rita Torcarto / Wakeup Comunicação!
Videografia: Os Fredericos 
Acompanhamento Fotográfico: José Caldeira 
Design Gráfico e Gestão de Redes Sociais: Carol F. Torres 
Gestão Financeira: Cláudia Meireles 
Produção: Momento Artistas Independentes
Coprodução: Teatro Narciso Ferreira [Casa das Artes de Famalicão],  Centro Cultural de Lagos, Auditório Carlos do Carmo e Cineteatro Alba, Albergaria-a-Velha 
Mecenas: Vieira De Castro 
Residência Artística: TANQUE, CENTRO DE CRIAÇÃO / MOMENTO – ARTISTAS INDEPENDENTES


795 leituras