Agenda Municipal / Conferências A Singularidade Humana do Antropoceno

Sáb 11 Fev
Requião | Sede da ACDS – 1.º de Maio - 21h30

Noites de Alçapão com Rui Sousa Bastos

No atual quadro geoestratégico e geopolítico de ataque sistemático a conquistas civilizacionais que julgávamos inamovíveis, do ressurgimento de populismos que apelam aos instintos básicos dos cidadãos, do esboroamento lento mas persistente dos valores democráticos e da manifestação crescente, em várias geografias, de evidências políticas adversas ao estabelecimento de uma relação harmoniosa entre todos os habitantes deste planeta, não nos parece provável que a manta de retalhos à qual se convencionou chamar humanidade se una, por fim, no maior desafio que alguma vez enfrentou (é também certo que jamais enfrentará outro qualquer se não vencer este), e retroceda tanto quanto possível perante a provável ultrapassagem do ponto infinito do espaço-tempo humano. Em duas palavras: que queira e vá a tempo de evitar a singularidade do Antropoceno.

Rui Sousa Basto possui formação académica em engenharia, gestão e filosofia. Trabalhou na indústria cerâmica e na indústria têxtil e do vestuário, setores onde desenvolveu projetos de natureza ambiental. É consultor de estratégia e marketing, incluindo marketing eleitoral e político. Desenvolveu e coordenou projetos públicos para a mitigação das alterações climáticas, a descarbonização e a gestão de energia. É autor de livros de ficção, nomeadamente de contos e textos para teatro. Interessa-se pelas mais variadas expressões artísticas e emprega uma parte do tempo de que nunca dispõe a comissariar atividades culturais.
1053 leituras