Agenda Municipal / Teatro Ópera Real - Repetição do Fim do Mundo (estreia)

Sex 19 Maio
Programa Casa das Artes

Grande auditório | 21h30

Entrada: 6 euros. Estudantes, Cartão Quadrilátero Cultural e Seniores (a partir dos 65 anos): 3 euros | Classificação: M/6 | Duração: 150 min

Esta Ópera foi pensada para juntar no mesmo palco estudantes dos cursos de teatro e de música da ESMAE. Daí o enredo melodramático que opõe dois ramos da mesma família, de um lado os Ricci, ou Ricardo, linhagem de cantores, do outro os Enxovia, ou Paupério, clã de atores. Durante 4 atos, com saltos temporais de exatos 111 anos, acompanhamos as mortes e os nascimentos de membros desta grande família e perdemo-nos no labirinto de parentescos e laços de consanguinidade catastróficos do clã desavindo. O teatro é destruído em cada um dos atos: no I ato, em 1755, por um terramoto; no II, em 1866, por um incêndio; no III, em 1977, pela transformação em cinema de filmes pornográficos; e no IV, em 2088, pela transformação em campo de refugiados. Ficamos então a saber que, devido ao incumprimento de um pacto com o diabo, todo e qualquer membro da família que ponha o pé num palco está destinado a causar a destruição do teatro e, à sua escala, a repetir o fim do mundo. Nos três primeiros atos, o libreto tenta brincar com a história comum do teatro, da música e da ópera; no último, com o espaço cénico transformado num campo de refugiados que poderia ser na Ucrânia, na Síria, numa das costas do Canal da Mancha, em Melilla ou em Odemira, as coisas ficam aparentemente mais sérias. Se não acabou já, o mundo vai mesmo acabar já a seguir, as vezes que for preciso.

Ficha técnica
Direção Artística: António Salgado
Direção Musical: Jan Wierzba
Encenação: António Durães
Movimento: Cláudia Marisa
Apoio Dramatúrgico: Jorge Louraço
Design Luz: João Fontes e Bernardo Correia
Coordenação área da Luz: Diogo Franco
Cenografia: Helder Maia
Video Mapping: Beatriz Nogueira
Animações: Beatriz Paiva
Coordenação Media Interativos: Luís Leite, Rodrigo Carvalho, Hugo Mesquita
Coordenação de Figurinos: Filipa Carolina e Manuela Bronze
Figurinos: Cristina Gil e Raquel Ribeiro
Som: Daniel Leitão
Coordenação da área do som: Marco Conceição
Direção de Cena: Anita Magalhães Faria
Coordenação de Produção: Regina Carvalho e António Salgado
Coordenação Executiva Ensemble Orquestral: Jorge Alves/ Nuno Pinto
Produção Executiva Orquestra: Nísia Araújo e Rui Araújo
Direção Vocal: António Salgado e Rui Taveira
Correpetição: David Ferreira
Elenco: Alunos e alunas da Licenciatura, dos Mestrados e da Pós-graduação em Ópera da ESMAE e Ensemble Instrumental
857 leituras