Agenda Municipal / Conto/Poesia Noite do Conto e da Poesia: Vítor de Sousa & Emanuela Nicoli

Dom 21 Mar
HáCulturaEmCasa 2021

Online:
www.facebook.com/famalicaocomunitario
21h30

No dia em que se comemora mundialmente a Poesia o Município de Famalicão trás um momento de rara beleza lírica e musical com um depurado sentido estético, este recital traz-nos Vitor de Sousa, consagrado actor, em declamação de poemas de autores nacionais acompanhado pela etérea musicalidade da Harpa, Emanuela Nicoli.

Vitor de Sousa Actor Terminou o Curso de Teatro, variante de Formação de Actores, na Escola de Teatro do Conservatório Nacional, em 1967. A sua estreia como actor ocorrera já em 1965. Integrou o Teatro Estúdio de Lisboa, onde foi dirigido por Luzia Maria Martins, em peças como Tomás More, de Robert Bolt, ou A Rabeca, de Prista Monteiro. Ainda em 1967, deslocou-se a Paris para apresentar, no Olympia, o espectáculo Olimpíadas do Music-Hall. Passou pela Casa da Comédia onde, sob a direcção de Norberto Barroca, participou em Mário, ou eu próprio - o outro, de José Régio, e Caixa de Pandora, de Fernando Amado. Em 1970 integra o núcleo fundador do Teatro do Gerifalto, juntamente com António Manuel Couto Viana, onde faz As Babuchas de Abu Kassen de agosto Strindberg. Passa para o Grupo de Acção Teatral, onde é dirigido por Artur Ramos em O Processo, de Franz Kafka, e Depois da Queda, de Arthur Miller. No Teatro Experimental de Cascais, integra o elenco das peças Os Dois Verdugos, de Fernando Arrabal, e Chapéu de Palha de Itália, de Ernest Labiche, todas encenadas por Carlos Avilez. Em 1971 está, novamente, com Artur Ramos, na Companhia do Teatro São Luiz, onde fazia parte do elenco de A Mãe de Witkiewicz, cuja estreia foi interrompida pela censura do Estado Novo. Actor de comédia em 1972, junto de Laura Alves, chegou à televisão em 1974, quando integrava a Companhia de Teatro da RTP, sedeada no Teatro Maria Matos. Aí representou um sem número de clássicos de autores como Anton Tchekov, Bertolt Brecht, Henrik Ibsen, e obras de dramaturgos portuguesa, como Bernardo Santareno, Manuel da Fonseca, Almeida Garrett, Ramada Curto ou Miguel Franco. No mesmo teatro veio a participar na fundação e na direcção da cooperativa artística Reportório, onde participou em O Encoberto de Natália Correia, O Pato de Georges Feydeau, O Crime do Padre Amaro e A Tragédia da Rua das Flores de Eça de Queiroz, entre outras. Volta à comédia em 1979, nas produções de teatro popular montadas por Sérgio de Azevedo, onde trabalha com Nicolau Breyner e Herman José. Com o segundo acabaria por iniciar uma longa colaboração na televisão.  Nas últimas décadas deu-se a conhecer, sobretudo, na televisão. Esporadicamente, regressou ao teatro com Varela Silva, no Maria Matos e no Teatro Villaret; em 1997 integrou o elenco de A Importância de Ser Amável (São Luiz, com Fernando Heitor); em 2002 participou em Partitura Inacabada de Tchekov, dirigido por Paulo Matos (TNDMII); em 2005 interpretou com Sofia Alves A Educação de Rita de Willy Russel. Das séries, novelas e programas de entretenimento televisivo, salienta Sabadabadu (1981) com Ivone Silva e Camilo de Oliveira[2]. Em 1982, Vila Faia. Em 1984 o trabalho com Herman José em O Tal Canal (1984), depois em Hermanias (1985), Humor de Perdição (1987), Casino Royal (1989), Crime na Pensão Estrelinha (1990), Parabéns (1993), Herman Enciclopédia (1997) e Herman SIC (2000 - 2007). Foi ainda actor de séries como Os Bonecos da Bola (1993), A Mulher do Sr. Ministro (1994), Médico de Família (1998), Cuidado com as Aparências (2000), Jura e Vingança (2007). No cinema participou em cerca de cinco longas-metragens, como Lerpar de Luís Couto (1975), Santa Aliança de Eduardo Geada (1980) e O Querido Lilás de Artur Semedo (1986). A sua actividade estendeu-se ainda à rádio, onde trabalhou em programas da Rádio Comercial (1985 - A Flor Do Éter, 1985 - Programa Da Manhã, 1986 - Rebéubéu Pardais Ao Ninho, entre outros), Emissora Nacional, Antena 1 ou Correio da Manhã Rádio, em Dora e Dário (1991). Participou ainda em numerosos espectáculos de poesia portuguesa, tendo gravado alguns discos de declamação. A 3 de Fevereiro de 2006 foi feito Comendador da Ordem do Infante D. Henrique.[3] Em 2016 Dofus, o filme.

Emanuela Nicoli Nascida em Florença em 1977, estudou no Conservatório "Luigi Cherubini" de Florença diplomando-se em Harpa, em 1996, com a avaliação máxima. Frequentou vários cursos de aperfeiçoamento em Harpa com: Prof.ª Susanna Mildonian na "Accademia Chigiana" em Siena; Mº Fabrice Pierre na "Fondazione Musicale di S.Cecilia" em Portogruaro; cursos de Música de Camera com a Prof.ª Patrizia Pinto e Mº Marco Lorenzini; Curso de Musica de Camera com M.º Pier Narciso Masi (Festival Città di Lucca,2004), com o mesmo Maestro frequentou o Curso Anual de Musica de Camera de 2004 a 2006 na "Accademia di Musica di Sesto Fiorentino"; Curso de Harpa com a Prof.ª Isabelle Perrin na "Accademia Internazionale di Cagliari"(2008), na "Accademia di Musica di Fiesole", Curso de Musica Contemporanea Trienal com Mº Mario Ancillotti. Vencedora em 1997 do Concurso Nacional "Riviera della Versilia", e em 1999 do Concurso Internacional " Rovere D`Oro" na sua categoria. Em 2006, obteve o Curso Anual de Qualificação Professional para Professor de Orquestra "Progetto Palcoscenico" no Teatro Comunale del Maggio Fiorentino. Em 2007, licenciou-se em "Discipline Musicali" no Conservatório Luigi Cherubini, em Florença, tendo alcançado a votação máxima. Actualmente, apresenta-se em formação de Camera e em Orquestra; colaborando com: " Festival Pucciniano" di Torre del Lago (Lucca), "Orchestra Mussinelli" (La Spezia), "Orchestra Franci" (Siena), "Orchestra Florence Sinfonyetta" (Firenze), "Orchestra Sinfonica di Massa Carrara", "Emsemble Orchestral de Dijon" (Dijon-France),"I Filarmonici di Firenze" (Firenze), " Orchestra Massimo de Bernart" (Livorno), "Orchestra Cantieri D`Arte"(Reggio-Emilia), "Orquestra Metropolitana"(Lisboa), "Orquestra Clássica do Centro" (Coimbra-Portugal), "Syrian National Symphony Orchestra” (Damasco), Orquestra "Vigo430" (Vigo-Galiza) “Fundaçao Orquestra Estúdio (Guimaraes), "Orquestra Sinfónica da Esmae" (Porto), "Orquestra da Fundação Calouste Gulbenkian"(Lisboa), “Orquestra Nacional do Porto” (Porto) etc. Em Abril 2010 gravou o cd com o tenor Carlos Guilherme e Orquestra do Norte "InOpera". Em Setembro de 2011, colaborou com a Orquestra Gulbenkian, na gravaçao da Ópera "Usher House" de Gordon Getty. Actuou como solista em diversos recitais: França, Itália e Portugal. Desde Outubro de 2009 até 2015, é Harpista da Orquestra do Norte (Amarante-Portugal), colabora com a Orquestra Metropolitana de Lisboa e a Orquestra Académica Metropolitana de Lisboa e participa do Angelicus Duo a convite da soprano Filipa Lopes.

Produção Audiovisual: Sonosport


2204 leituras

Eventos que vão acontecer

Sex 26 Mar

Música

Maria do Sameiro

HáCulturaEmCasa 2021

Online:
www.facebook.com/famalicaocomunitario - 21h30
Sáb 20 Mar

Música

Hot Air Balloon

HáCulturaEmCasa 2021

Online:
www.facebook.com/famalicaocomunitario - 21h30
Dom 14 Mar

Música

Sérgio Mirra

HáCulturaEmCasa 2021

Online:
www.facebook.com/famalicaocomunitario - 17h00
Sáb 13 Mar

Música

Filtro

HáCulturaEmCasa 2021

Online:
www.facebook.com/famalicaocomunitario - 21h30
Sex 12 Mar

Música

Byrd SNO

HáCulturaEmCasa 2021

Online:
www.facebook.com/famalicaocomunitario - 21h30
Dom 07 Mar

Música

Famart

HáCulturaEmCasa 2021

Online:
www.facebook.com/famalicaocomunitario - 17h00
Sex 05 Mar

Música

Cotovia Arisca

HáCulturaEmCasa 2021

Online:
www.facebook.com/famalicaocomunitario - 21h30
Sáb 06 Mar

Música

Sofia Machado

HáCulturaEmCasa 2021

Online:
www.facebook.com/famalicaocomunitario
- 21h30